Um caminho que se faz

Caminhei,
De pés descalços,
Por Alguns terrenos
Acidentados.

Hesitei.
Questionei.
Mas
Quem disse
Que seria fácil?

Coisa
Obscura
Me movia
Em sentido
Tão pouco
Claro.

Sem rumo,
Sem direção,
Sem (sequer) noção:
A caminhada
Como única
Garantia.

De antemão,
Nunca soube
Pra aonde eu ia,
Num só depois
Eu descobria,
Por onde
Iria caminhar.

Nosso caminho
Vai se traçando,
E sendo traçado,
Pelos nossos passos.

Por Larric Malacarne.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: