Minhas queridas linhas

Quando escrevo,
Inscrevo.
Torno o que é meu
Mais claro pra mim.

Escrevo,
Transcrevo:
Vozes
Do meu íntimo.

Se escrevo,
Me aproprio
De toda
A minha alteridade.

Ao escrever,
Marco o papel
Todinho
De mim.

É uma chatice,
Mas, às vezes,
Preciso escrever
Pra me escutar.

Por Larric Malacarne.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: