A dor que escorre

Ampulheta maldita
de grão em grão
a minha dor
vai rasgando
ao passar
pelo
estreito
buraco
em meu peito
enquanto eu suporto
tanta agonia, angústia, aflição.
Só espero que algum dia acabe.

Por Larric Malacarne.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: