Casamento Feliz

Começou assim: o Fábio chegou em casa mais cedo e tinha um homem em sua cama. Não demorou muito a notar que tal homem era atlético e tinha o tórax mais cabeludo do que o seu. Ao lado do visitante misterioso e peludo estava Celina, esposa de Fábio, também nua; expondo, ao mesmo tempo em que profanava, aquelas formas esculpidas por Deus.

O casamento acabou. Não teve jeito. Fábio ainda procurou Celina algumas vezes para argumentar que a tinha perdoado mas ela estava pouco interessada em ouvir. E Fábio se embebedou. Foram semanas a fio afogando a aterradora saudade que, aparentemente, nadava muito bem.

Para a sorte de Fábio, em pouco tempo ele se viu em um novo relacionamento. Era uma companhia especial. Seu beijo era intenso e ardente. Seu toque tinha a graça de possuir qualidades confusas: ora gélido, ora cálido. Depois do amor vinha um devaneio junto com uma estranha sensação de completude que beira aquela que é própria da morte. E ainda tinha aquilo que tornava tudo mais perfeito: a garrafa de bebida não reclamava quando Fábio fazia xixi e não abaixava o assento do vaso sanitário.

Mas os parentes começaram a ficar preocupados. Insistiram para que Fábio abandonasse a, segundo eles, maldita bebida. E assim ele o fez. Nos primeiros dias, suas mãos tremiam como folhas na ventania. A dor de cabeça era insuportável e as horas eram repletas de náuseas. Porém, o que mais lhe doía era o vazio no peito. Isso: o di-la-ce-ra-va. E não havia familiar que pudesse aplacar tamanha dor.

Para evadir-se do escárnio da família, a solução foi manter encontros ocultos com a amada bebida. Afinal, somente aqueles beijos estonteantes faziam Fábio esquecer que tinha um coração, um coração que doía.

Por Larric Malacarne. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: